O Blog

Compartilhando informações, dicas, relatos, diário e tudo que você quer saber sobre a tão controversa hipoglicemia. Por que ela não pode ser um tabu!



Aberto a todos os tipos e causas.


sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Volta: Sites começam a dar mais atenção à Hipo Reativa

Diário Hipoglicêmico:  Não ando nada bem. Ontem tive sono irresistível e dormi por muitas horas. Acordava e senia muito sono, dormia novamente. Hoje não parece  muito diferente. Acredito que seja  prque aboli definitivamente a dieta nos ultimos tempos.





Olá caros hipoglicêmicos!

Fiquei muito feliz em ver a repercussão do blog, agora que voltei a ativa. Quero poder responde-los tanto por aqui como por email. Quero devolver o carinho e credibilidade que estão passando, para compartilharmos nosso problema.

Para começar, vou repassar as informações que encontrei no site da Duoflex (travesseiros). Estranha a ligação de Hipoglicemia Reativa e travesseiros? A primeira vista sim, porém a ideia deles é associar informações sobre sono e a marca.

As informações têm como fonte o site Associação Brasileira de Medicina Biomolecular Achei bem completo e elucida as questões dos novos diagnosticados.O mais importante é encontrar Hipoglicemia Reativa circulando na rede em maior quantidade.


Vejam:

A hipoglicemia e o sono
Sono irresistível que vem de repente e fora de hora pode ser um sintoma da HIPOGLICEMIA.

A hipoglicemia reativa ou funcional está atingindo proporções epidêmicas nos EUA e no Brasil, justamente onde se exagera no consumo de carboidratos refinados como o açúcar refinado, a farinha branca e os alimentos processados. Em recente estudo envolvendo 134.000 pessoas da população norte americana, cerca de 50% apresentaram respostas espontâneas de alguma manifestação hipoglicêmica.

As manifestações clínicas da hipoglicemia funcional ou reativa se manifestam em crise, particularmente em períodos prolongados de jejum (final da tarde, de madrugada, ao acordar pela manhã) ou são desencadeadas pela ingestão de carboidratos refinados (doces, chocolate, açúcar branco, refrigerantes).

Manifestações gerais:
-vontade exagerada de comer doces
-tontura, zonzeira, vertigem
-suores noturnos
-fraqueza
-falta de energia
-acordar com dor de cabeça de madrugada
-sensação de calor no corpo

Humor:
-ansiedade / apreensão
-irritabilidade
-inquietação / impaciência
-labilidade emocional , sem motivo aparente

Sistema Nervoso Central:
-confusão mental
-sonolência / atordoamento
-sono irresistível que vem de repente e fora de hora
-diminuição da memória em crise
-diminuição da concentração em crise
-desmaio
-síndrome do pânico
-crise de labirintite

Neuro - muscular:
-caimbra noturna nas pernas e pés
-dores nas pernas
-formigamento / adormecimento : mãos ou pés
-dor lombar
-dores musculares

Dor de cabeça:
-dor de cabeça pela manhã ao levantar
-dor de cabeça em crise, no final tarde ou quando com fome ou de madrugada

Trata-se de um problema pouco diagnosticado pelos médicos em geral. As pessoas passam pela adolescência, por exemplo, com dores de cabeça diagnosticadas como " enxaqueca" , tomando vários tipos de analgésicos até o dia em que se descobre o verdadeiro motivo: hipoglicemia funcional. O diagnostico é confirmado com curva glicêmica prolongada até 5 horas. Não adiantam as curvas até somente a terceira hora. O diagnostico é feito quando ocorre uma queda igual ou superior a 20 mg% em relação ao valor inicial de jejum. Lembrar que em 20% dos pacientes que realmente apresentam hipoglicemia a curva glicêmica se comporta como normal, atestando mais uma vez que a clínica é sempre soberana.

O tecido cerebral depende primariamente de glicose para produzir energia e sabe-se, há muito tempo, da consistente associação entre os sintomas de crise de pânico e os de hipoglicemia reativa.

Podemos encontrar no quadro clínico da hipoglicemia: depressão, ansiedade, insônia, irritabilidade, fobias, pânico, falta de concentração e confusão mental. Acompanhando estes sintomas estão: fadiga, sudorese, taquicardia, indigestão crônica e diminuição do apetite.

Muito importantes são a dor de cabeça, a tontura, a sensação de desmaio, as dores musculares e as dores lombares. A maioria destes sintomas aparecem nos períodos de jejum prolongado.

Alguns autores chegam a firmar que um terço das pessoas que procuram seu médico sofrem de hipoglicemia não diagnosticada.

Roberts, em 1971, analisando 421 pacientes com diagnostico neuroloógico de enxaqueca severa e outros tipos de cefaléia de origem vascular refratários à terapia habitual constatou que:
1. 226 pacientes (54%) apresentavam hipoglicemia no teste de tolerância a glicose (TTG) de 5 horas de duração.
2. 155 pacientes (37%) apresentavam sinais e sintomas de hipoglicemia reativa, porém com TTG normal. Os sintomas clínicos eram típicos de crise hipoglicemica, 2 a 5 horas após a alimentação e apresentavam pronto alívio com a ingestão de açúcar.
3. 40 pacientes (9%) não apresentavam hipoglicemia.

Este trabalho nos mostra que 91% desse grupo de pacientes com cefaléia apresentavam hipoglicemia reativa.

Os pacientes com hipoglicemia estudados por Roberts apresentaram os seguintes sinais ou sintomas:
90% - Narcolepsia: sono irresistível ou sono inapropriado
56% - edema recorrente
50% - caimbras espontâneas e dores nas pernas
46% - obesidade
32% - neuropatia periférica: formigamento dos dedos das mãos e dos pés
30% - ansiedade, depressão ou ambos pouco responsivos a medicamentos ou à psiquiatria
15% - angina pectoris e arritmias
12% - úlcera péptica
7% - alcoolismo

É interessante notar neste estudo a necessidade de prolongar-se o teste de tolerância à glicose até a 5ª hora e que este teste pode ser normal mesmo na presença de sintomas típicos de hipoglicemia, isto é, ele pode dar falsos negativos. Neste estudo os falsos negativos foram de 155 em 381 pacientes ou 41% dos casos.

Os pacientes que nos procuram com essa disfunção, geralmente mulheres, não sabem por onde começar a contar suas queixas. Dizem possuir todas as doenças e que já procuraram vários médicos, sem nenhum resultado. Uma anamnese dirigida e um alto grau de suspeição em muito nos será útil. No Brasil, nas classes média e alta, também é elevada a incidência de hipoglicemia reativa. Muitas vezes as pessoas contam espontaneamente que não podem viver sem o açúcar e que possuem verdadeira compulsão para doces e alimentos açucarados. É muito freqüente encontrarmos dores de cabeça de madrugada ou ao acordar pela manhã; sudorese inexplicada; palpitação e tremores de madrugada ou no cair da tarde, isto é, longe da última refeição. A queda do rendimento intelectual e o sono fora de propósito no horário vespertino, tonturas inexplicadas, sensação de desmaio ou de “apagamento” da consciência também são achados comuns. O paciente refere que está com a pilha fraca ou está trabalhando com a energia em meia fase. Não é raro encontramos diabéticos na família.

Devemos estar atentos e alertas para não deixar passar despercebido este diagnóstico, que apesar de muito freqüente nas consultas de medicina interna, nós médicos não estamos lhe dando o merecido valor. No tratamento, além das clássicas 6 refeições ao dia, ricas em proteína e pobres em carboidratos refinados, é útil acrescentar o dinicotinado glicinato de cromo 200 microgramas 3 vezes ao dia no 1º mês, e após, 2 vezes ao dia por mais 2 meses. Alguns preferem o cromo na forma de picolinato. É provável que existam vantagens concretas no uso do cromo picolinato. Não devemos nos esquecer dos suplementos com magnésio, zinco, manganês e vanádio.

Muitas vezes fica difícil para o paciente entender o que está acontecendo. O carboidrato refinado quando ingerido passa rapidamente para o duodeno e estimula a produção de insulina pelo pâncreas. No paciente com hipoglicemia funcional esta produção de insulina é exagerada e assim duas a cinco horas depois provoca a hipoglicemia. A não ingestão de refinados não estimula exageradamente o pâncreas e controla o problema. A ingestão de alimentos cada 3 a 4 horas também impede a queda da glicemia no sangue. Desta maneira para previnirmos a queda da glicemia, evitamos o açucar branco. Entretanto, se acontecer os sinais e sintomas de hipoglicemia , deve-se ingerir o açúcar branco ou mel para elevar a glicose no sangue e sair da crise hipoglicêmica.


Eu particularmente recomendo procurar a versão diet e integral de todas os produtos que costumam comer. Ficará muito mais fácil lidar com o problema!

 Vamos lá!

Obs. muito feliz com a volta e agradeço mais uma vez a participação de vocês!

16 comentários:

  1. Nossa sinto todos os sintomas.... meu pai diabetico mediu minha glicemia e deu 58. Ficamos assustados e agora preciso me cuidar... otimas informacoes e dicas....

    ResponderExcluir
  2. Blog incrível parabéns!
    Eu fui diagnosticada com hipoglicemia há uns 5 anos, nos exames de rotina quando minha Mãe pensou que eu estava com depressão pois dormia o dia e a noite inteira.
    Sempre fui gordinha e isso não me preocupava, na verdade virou uma desculpa para que eu comesse sem culpa.
    De uns tempos pra cá eu engordei ainda mais, tenho mto mal estar e isso me preocupa.
    Estou me sentindo cada vez mais cansada, sonolenta e irritada.
    O blog conseguiu me explicar o que nem meu médico me explicou.
    E agora que é ano novo, vida nova! Vou cuidar da minha alimentação para ter uma vida mais saudável.
    Muto obrigada pela ajuda!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Larissa e a todos !!!!
    Que bom que você voltou a escrever XD, peço a Deus que te oriente sempre da forma mais clara possível e abra as portas para sua plena satisfação e bem estar.
    Gostaria de dizer que nosso Senhor Jesus Cristo pode nos ajudar a trilhar esse caminho que muitas vezes parece pesado,completamente exaustivo e angustiante, pois como ele mesmo disse:
    " Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.
    Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.
    Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve."
    Mateus 11:28-30

    ResponderExcluir
  5. Oi Flor, me chamo Giulia tenho 20 anos, tenho hipo reativa a 7 meses e confesso pra você que eu achava que não ia conseguir... sei que é feio dizer isso, pelo fato de existir coisas muuuuuuito piores que isso...
    mas eu virei uma pessoa desequilibrada, muitas vezes tenho medo de entrar em algum transporte e passar mal, tenho medo de tudo
    Qnd eu descobri a hipo eu já tava num estado horrendo de labirintite, gastrite, exofagite, sindrome do panico e depressão
    todo dia acordo com dores de cabeça, tenho vontade de chorar direto, meu ponto fraco sempre foi a comida, pra mim foi muito horrível...
    mas eu to levando, mais eu não aguento mais! o seu blog me ajudou demais, queria ser tão forte assim

    giuliasamoretti@hotmail.com

    ResponderExcluir
  6. oi. sumiram todo mundo aqui... mais de seis meses sem noticias... eu estou numa crise hipoglicemica. o medico cardiologista solicitou nova curva glicemica e de fato estou num momento complicado. estive com uma nutricionista e tentando cumprir um cardapio... mas esta dificil... vamos la... em frente.

    ResponderExcluir
  7. Olá. Amei seu blog.
    Me senti autora dele por alguns momentos, pois parece que sou eu que estou escrevendo o que vem acontecendo comigo.
    Há muito tempo venho passando por diversos médicos e sem conseguir descobrir o que realmente tenho. Recentemente, pesquisando na internet me deparei com a Hipoglicemia Reativa, me identifiquei no mesmo momento, tenho praticamente todos esses sintomas. Fiquei tão feliz que fui logo a um laboratório para solicitar o exame, no laboratório ninguém nunca tinha ouvido falar desse exame, diziam que a curva de 3 horas já seria suficiente. No dia seguinte fui a uma consulta com o meu urologista, que eu já tinha marcado a um tempo e soliceite o pedido do exame a ele, ele passou, mas indicou qe eu fosse em um endocrionologista.
    Fiz o exame e a alteração apareceu apenas na quinta hora... deu um nível bastante baixo.
    Quando fui ao endocrino, ele disse que há muitas controversias em relação a esse tipo de análise... que seria normal minha taxa de glicemia dar tão baixa depois de 5 horas e que esses 20% a menos só seria válido para até duas horas. Que esse exame de 5 h é desnecessário. Que com certeza eu não tinha hipoglicemia reativa e que pediria outros exames. Sai da sala com muita raiva, achando o médico um verdadeiro incompetente. Recebi várias indicações de que ele era um excelente médico... inclusive tive dificuldade em marcar uma consulta com ele, só conseguiria para daí a um mês, porque ele está sempre com a agenda lotada. Mas, não concordei com a análise dele... em vários sites achei que é necessário avaliar as 5 horas... por isso que exigem a curva glicemica de 5.
    Devo procurar uma segunda opinião (outro endocrino)?

    Parabéns pela iniciativa!

    ResponderExcluir
  8. oi.desapareceu todo mundo aqui.... eu ando mal estes dias... mas normal! hipoglicemia atacada.ha! e triglicerides alterado - 380. abraços

    ResponderExcluir
  9. Ola sera que vocês ainda andam por aqui, que vejo que nao respondem a tempos.mas vamos la, preciso da ajuda de vocês.
    Eu a uns 3 4 anos atraz venho sentindo umas ronteiras que nao consigo nwm mexer a cabeça que piorá parece que esta tudo a rodar e que me da alguns calafrios e estômago ruim.
    So melhora se eu ficar deitada de cabeça pra cima e sem me mexer so assim para melhorar e de manha por que durante a noite e insuportável.
    E hoje no jantar comi arroz carne salada e uma banana e um pão francês e depois de alguns minutos fiquei com uma tonteira fraca e uma confusão nas vistas mas bwm baixas.
    Meninas o que vocês acham que pode ser. Tenho medo de diabetes pois so tenho 24 anos e estou obesa e sedentaria sei que tenho que mudar mas me falta força.
    A três anos que me esqueci depois de perder minha bebe ja nao tenho vida e quero volta a viver.
    Alguém pode me ajudar. Bjim e amei esse espaço. ..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dayane, o certo seria vc procurar um proficional da saúde. Porém procure uma nutricionista também. Vc reparou o que vc comeu: arroz, carne, salada, banana e pão frances é muita informação pro seu organismo Lindinha! Uma dieta acompanhada de um proficional vai te melhorar. Beijinhosssss....

      Excluir
  10. Adorei o blog. Gostaria de manter contato pois sei como é difícil a dieta muito restritiva. Descobri a hipo reativa tem dois anos.

    ResponderExcluir
  11. Eu encontrei este blog durante pesquisas do meu problema. Durante a leitura de vários depoimentos eu me identifiquei com os seguintes sintomas que eu sinto.

    -confusão mental
    -sonolência
    -sono irresistível que vem de repente e fora de hora
    -diminuição da memória em crise
    -diminuição da concentração em crise
    -síndrome do pânico
    -crise de labirintite

    Eu já passei por várias especialidades,

    Médico - Otorrino - Exame - Vectoeletronistagmografia - Resultado (Negativo)

    Médico - Neurologista - Exame - Ressonância do Crânio - Resultado (Negativo)

    Médico - Endocrinologista - Exame - Curva Glicêmica - Período de 4 horas no laboratório, com 6 amostar de sangue retiradas - Resultado (Negativo)


    Médico - Endocrinologista - Exame de sangue para diagnosticar insuficiência no pâncreas - Resultado - Negativo na parte de diabetes e demais órgãos, porém meu pâncreas está desregulado.

    Nutricionista - Dieta - Comer de 3 em 3 horas tudo integral, frutas e legumes.

    Conforme mostrado acima todos os exames deram negativo exceto o meu pâncreas que está desregulado, eu estou seguindo a dieta rigorosamente, porém eu ainda estou ficando tonto e não obtive solução médica até o momento. As vezes me da vontade de me trancar em casa, pois não consigo trabalhar, estudar, ou seja, levar uma vida social normal.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A alimentação de 3 em 3 horas não funciona para mim e nem comer frutas, eleva a glicose. Optei por fazer low carbo e está funcionando muito comigo. Tem um blog do José Carlos Souto que explica muito bem como essa dieta funciona para hipoglicemia reativa, que deve ser o seu caso também. Da uma olhada nos post dele e vai conseguir adequar uma alimentação que te dará mais energia e se sentirá melhor.
      Realmente com a glicose e a insulina descontrolada não nos sentimos bem.

      Excluir
  12. Alguém sofre de indigestão ? Tenho hipoglicemia reativa e minha médica fala que a minha indigestão foi resultado de muito tempo fazendo hipoglicemia, mas não melhorou até hoje, estou fazendo dieta praticamente sem carboidratos a uns 3 meses ...

    ResponderExcluir
  13. Ao longo da vida tive alguns dos sintomas que você citou mas só fui conhecer hipoglicemia depois do diagnóstico de diabetes. Daí resolvi colocar o qu eeu fui aprendendo e passando num site pra quem buscasse informações pudesse ter acesso.

    ResponderExcluir